sábado, 17 de dezembro de 2011

Meu bioma

Desde que construí minha casa me dediquei à montagem de meu bioma particular tentando tirar o máximo proveito de morar vizinho a uma área de preservação ambiental e tentando integrar meu espaço com o espaço existente. Para isso, plantei algumas árvores e arbustos juntamente com flores e folhagens nativas e exóticas. As árvores que nasciam eu protegia para que crescessem e enriquecessem meu bioma.... assim foram crescendo as plantadas: sibipiruna, ipê amarelo, palmeira imperial, jacarandá mimoso, quaresmeiras e algumas frutíferas ( mexeriqueira, limoeiro, mangueira, jabuticabeira, etc) e as nativas: sapucaia, luehea ou açoita cavalo, bambús e outras... chamo este bioma de 'matinha' e é realmente uma matinha (com direito a navalha de macaco, samambaias nativas, cipós, lírios do brejo e orquídeas terrestres nativas)... lógico que junto com as plantas vem os insetos, pássaros, lagartos e cobras... estas vinham aos montes no começo mas desapareceram depois dos muros altos que construí. Teve cobra (jararaca) até em antena interna da tv! Aranhas também aparecem sempre....armadeiras! tem que ter cuidado sempre... mas geralmente são inofensivas. Algumas são até bonitas...coloridas... todo dia tem uma surpresa agradável em minha matinha... pássaros que fazem ninhos, tucanos diferentes, aves predadoras, até uma paca de mais ou menos meio metro eu surpreendí no canto da garagem....os quatís fazem fila ao atravessar a rua...hoje mesmo passaram uns 40..um atrás do outro.
Selecionei algumas fotos de minha matinha e sugiro que revisem através do índice MARCADORES à esquerda outros integrantes e visitantes ilustres de meu bioma ( morcego, esquilos, jacu, pássaros,etc..)
Então, minha matinha tem vários personagens:


Tem um tiziu que come e me olha
imaginando que imenso olho eu tenho
eu penso: 'seu bobo, isso aqui é uma camera' e
'click' , aqui está: saiu bem na foto!


Os frutos da luehea se fendem
Espalham sementes no chão
Sua capa, que nem veludo
o marrom, prestes a cair


Minha matinha tem galhos secos!


Minha matinha é morada: tem ninhos em 'navalha de macaco'.....


e em bambús!!!


Minha matinha tem cipós soberbos, 
onde se brinca, onde se dependura..


Tem o botão da alpinia, brejeira que nem um sapo!!!


Minha matinha é, sim, interplanetrária...ela tem até "mimo de venus"

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Luar em 11/11/11

11/11/11
É um número especial e, como tal, merece uma singela homenagem desta linda lua cheia


sábado, 29 de outubro de 2011

Nuvem

Como algodão doce, ela vem do leste
Colorida pelo sol que se põe no oeste
Cheia de brilhos e luzes fulgurantes
Toda ruidosa, barulho retumbante
Traz junto o assombro de ventos uivantes
e o poder da tempestade que a terra investe!

Mauro Lucio Rodrigues                                                   


sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Sexta Feira é dia de......


Já reservou a sua?

Primavera

Cecília Meireles

A primavera chegará, mesmo que ninguém mais saiba seu nome, nem acredite no calendário, nem possua jardim para recebê-la. A inclinação do sol vai marcando outras sombras; e os habitantes da mata, essas criaturas naturais que ainda circulam pelo ar e pelo chão, começam a preparar sua vida para a primavera que chega.

Finos clarins que não ouvimos devem soar por dentro da terra, nesse mundo confidencial das raízes, — e arautos sutis acordarão as cores e os perfumes e a alegria de nascer, no espírito das flores.

Há bosques de rododendros que eram verdes e já estão todos cor-de-rosa, como os palácios de Jeipur. Vozes novas de passarinhos começam a ensaiar as árias tradicionais de sua nação. Pequenas borboletas brancas e amarelas apressam-se pelos ares, — e certamente conversam: mas tão baixinho que não se entende.

Oh! Primaveras distantes, depois do branco e deserto inverno, quando as amendoeiras inauguram suas flores, alegremente, e todos os olhos procuram pelo céu o primeiro raio de sol.

Esta é uma primavera diferente, com as matas intactas, as árvores cobertas de folhas, — e só os poetas, entre os humanos, sabem que uma Deusa chega, coroada de flores, com vestidos bordados de flores, com os braços carregados de flores, e vem dançar neste mundo cálido, de incessante luz.

Mas é certo que a primavera chega. É certo que a vida não se esquece, e a terra maternalmente se enfeita para as festas da sua perpetuação.

Algum dia, talvez, nada mais vai ser assim. Algum dia, talvez, os homens terão a primavera que desejarem, no momento que quiserem, independentes deste ritmo, desta ordem, deste movimento do céu. E os pássaros serão outros, com outros cantos e outros hábitos, — e os ouvidos que por acaso os ouvirem não terão nada mais com tudo aquilo que, outrora se entendeu e amou.

Enquanto há primavera, esta primavera natural, prestemos atenção ao sussurro dos passarinhos novos, que dão beijinhos para o ar azul. Escutemos estas vozes que andam nas árvores, caminhemos por estas estradas que ainda conservam seus sentimentos antigos: lentamente estão sendo tecidos os manacás roxos e brancos; e a eufórbia se vai tornando pulquérrima, em cada coroa vermelha que desdobra. Os casulos brancos das gardênias ainda estão sendo enrolados em redor do perfume. E flores agrestes acordam com suas roupas de chita multicor.

Tudo isto para brilhar um instante, apenas, para ser lançado ao vento, — por fidelidade à obscura semente, ao que vem, na rotação da eternidade. Saudemos a primavera, dona da vida — e efêmera.

Cenas de uma primavera que se inicia





Pássaros, flores, insetos.... tudo em perfeita harmonia!

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Blogs Novos!

Dois novos blogs na midia:


http://381sobreviventes262estrelas.blogspot.com/ que tem como objetivo reunir depoimentos em acidentes na 381/262 e http://mixturador.blogspot.com/ que é um mix de cultura, referências e reflexões

Vale a pena conferir! Veja em minha Lista de Blogs

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

domingo, 1 de maio de 2011

Verdes campos de Itabira


Belas paisagens pela estrada do forninho


Vale a pena um passeio pela estrada, tomando os devidos cuidados pois ela é estreita e cheia de curvas perigosas

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

ELEFANTE BRANCO





Esta paisagem tinha tudo para ser tão linda quanto aquelas que vemos em algumas cidades turísticas desenvolvidas do sul....teria, se não fosse o descaso dos políticos, principalmente aqueles que descuidam porque a obra foi feita pelo opositor....esta praça não é particular. Ela foi feita para atender a uma comunidade e esta comunidade exige respeito e todo o cuidado que ela merece..entra prefeito, sai prefeito e a praça continua este descaso...pouca vergonha!!!! e vejam que outros piores já fizeram ainda muito menos por ela...nossa PRAÇA DA PAZ!!! nosso meio ambiente é tão importante quanto qualquer outro...e observem que é uma praça pronta...tudo que ela precisa é CUIDADO... não adianta nada plantar árvores se o mato ao redor as sufocam... observem a altura do matagal onde só deveria haver grama aparada para que pudéssemos usufruir do espaço com menos medo de cobras e aranhas. Quem sabe seria mais adequado capturar estas cobras e aranhas e enviá-las direto para a mesa do responsável pela limpeza pública?
Não vamos deixar que nossa cidade inteira vire um ELEFANTE BRANCO. Prédios inacabados que deveriam ser desapropriados pelo bem da comunidade, praças mal cuidadas, trânsito descontrolado.... queremos soluções!!!!

Afinal,Nosso voto tem ou não tem valor?

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Leão ou Cancer

Leão


Quando eu nasci, Ophiuchus já tinha sido descoberta. Nasci Leão e de repente me transformam em Cancer por causa de uma constelação já ha muito conhecida...não tenho nada contra o caranguejo, visto aqui assustado, -


- tão pequeno e ágil no buraco...mas este representante de Cancer não era como aquele que eu imaginava ter em meu signo.... Finalmente esclarecido no dia seguinte à surpresa - nada muda! o nosso zodíaco ocidental é quase igual ao zodíaco védico mas este leva em consideração as mudanças no alinhamento da terra com precessão dos equinócios, daí a inclusão de Ophiuchus(Constelação conhecida como Serpentário)... coisa complicada!!! então pensei: estes astrólogos vêem bichos onde não existem... vou procurar bichos na floresta - peguei minha câmera e saí tentando ver formas nos contrastes das luzes e sombras da mata ao meu redor para fotografá-los e vejam o que consegui: achei um elefante!!! .
..





E Este foi apenas o primeiro....encontrei tambem alguns elefantes brancos mas estes são vistos mais frequentemente em obras públicas....mas esta é uma história à parte que será exposta depois!!!

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Solidariedade....

Este ano se iniciou sob muita chuva....haja água!!! Aconteceram tragédias....a natureza se manifestou - naturalmente, é claro - mas violentamente, traçando novos caminhos para as águas, obrigando o homem a recompo-la e procurar lugares mais seguros... felizmente parece que a natureza trouxe junto a solidariedade...em todos os cantos que se olhava havia uma capa amarela cobrindo o amigo solidário.... lá estava uma mão amiga....em gestos, às vezes simples, mas decisivos e efetivos.... A solidariedade é, em algumas situações, como uma estrela guia num túnel escuro ainda sem luz!!!

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

O Pato



O Pato
Vinicius de Moraes,Toquinho e Paulo Soledad
C6/9                  D7/9
O pato vinha cantando alegremente, quém, quém
Dm7/9 G6/7
Quando um marreco sorridente pediu
C6/9
Pra entrar também no samba, no samba, no samba
C6/9 D7(9)
O ganso gostou da dupla e fez também quém, quém
Dm7/9 G6/7
Olhou pro cisne e disse assim "vem, vem"
C6/9 F6/7 C6/9 C7(9)
Que o quarteto ficará bem, muito bom, muito bem
F7M
Na beira da lagoa foram ensaiar
D7(9) G6/7 C6/9 C7(9)
Para começar o tico-tico no fubá
F7M Fm6 C7+/E C7(9)
A voz do pato era mesmo um desacato
F7M Fm6 C7+/E C7(9) F7M
Jogo de cena com o ganso era mato
Fm6 C7+/E D7(9)
Mas eu gostei do final quando caíram n'água
G6/7 C6/9
E ensaiando o vocal
(C6/9 D7(9) Dm7/9 G6/7)
quém, quém, quém, quém
quém, quém, quém, quém
quém, quém, quém, quém

Link: http://www.cifraclub.com.br/joao-gilberto/

Flores para Iemanjá


1-1-11
Nasce um novo ano....
sinto o vento sul a soprar-me os ouvidos!
Num doce balanço das ondas,

flores que emanam esperança
passam num desfile majestoso
evocando um ritual...

cores diversas, sonhos distintos
pedidos feitos, promessas cumpridas
e desejos de felicidade eterna!!!!

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

11-1-11

Data Mágica

Colours

G
Yellow is the colour of my true love's hair
C G
In the morning, when we rise
C G
In the morning, when we rise
D C G
That's the time that's the time I love the best


G
Blue is the colour of the sky
C G
In the morning, when we rise
C G
In the morning, when we rise
D C G
That's the time that's the time I love the best

G
Green's the colour of the sparkling corns
C G
In the morning, when we rise
C G
In the morning, when we rise
D C G
That's the time that's the time I love the best
G
Mellow is the feeling that I get
C          G
when I see her Mm hmm
C G
when I see her uh - huh
D C G
That's the time thats the time I love the best


-------SOLO----------

G
Freedom is a word I rarely use
C G
Without thinkin' mm - hmm
C G
without thinkin' mm -hmm
D C G C G
of the time of the time when I've been loved